Projeto Político Pedagógico

Espera-se que o aluno egresso do curso de Formação Inicial em Agente Cultural, estimule, compartilhe e impulsione as vivências das comunidades produtoras de cultura de sua localidade. Tenha autonomia, criatividade e atenção às iniciativas e procedimentos culturais e que, seja apto a agir de forma ética, organizar e mediar ações entre o âmbito público e a comunidade local. Além dessas características, o egresso do curso de Agente Cultural deverá demonstrar um perfil que lhe possibilite: ● Fomentar a difusão dos saberes culturais locais; ● Auxiliar na organização de eventos culturais e na promoção de espaços de divulgação e valorização de diversidades culturais; ● Incentivar a geração de renda por meio da comercialização de produtos artesanais produzidos na comunidade; ● Reconhecer o conceito de economia criativa (cooperativismo, associativismo e economia solidária); ● Conhecer noções básicas de direitos humanos, sociais e culturais.

O egresso poderá atuar como agente cultural em empresas públicas e privadas, produtoras de eventos, grupos teatrais, escolas de arte, festivais de arte, casas de espetáculo e Fundações Culturais.

Ao concluir o curso de Agente Cultural o aluno deverá ser capaz de fomentar o resgate de conhecimentos e saberes culturais locais, criando espaços para divulgação e valorização da comunidade, como forma de reafirmação da cultura local, valorização dos saberes e garantia de trabalho e renda para as famílias. Capaz de atuação na elaboração e desenvolvimento das etapas do negócio cultural, na produção de projeto cultural para participação em edital de fomento e incentivo cultural. Capaz de atuar como articuladores locais de pessoas, grupos e instituições, com o objetivo de auxiliá-los na formulação de projetos, obtenção de financiamentos, capacitação e estímulo ao empreendedorismo. Compreende as variáveis intervenientes da produção artística; Conhece as principais técnicas de produção executiva e de gerenciamento dos recursos materiais, humanos e financeiros; Conhece noções básicas de direitos humanos, sociais e culturais.

O curso será realizado a distância, por meio do Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem Moodle do IFSC. Cada oferta terá a duração de um semestre. Este curso será realizado utilizando o Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem – plataforma Moodle. Os materiais serão apresentados na forma de um livro digital interativo, responsivo para dispositivos móveis, que integra textos, vídeos, imagens, outros documentos e links para materiais externos. A interação entre alunos e professores acontecerá por meio de fóruns, em especial o Mural de avisos, fórum de dúvidas e fóruns de discussão. Como canal de comunicação, destaca-se ainda a possibilidade de envio de mensagens privadas entre participantes e professores através do ambiente virtual de ensino e aprendizagem. Poderão ser utilizados ainda outros recursos como: webconferências, chats, wikis, glossário, tarefas, laboratório de avaliação, enquetes, entre outros. Para organização dos estudos, os alunos contarão com o roteiro de estudos indicando as datas de atividades, início e fim do curso. Como metodologia de ensino entende-se o conjunto de ações docentes pelas quais se organizam e desenvolvem as atividades didático-pedagógicas, com vistas a promover o desenvolvimento dos objetivos e conhecimentos relacionados à qualificação profissional ofertada. Tendo-se como foco principal a aprendizagem dos discentes, serão adotados tantos quantos instrumentos e técnicas forem necessários. O curso será realizado na modalidade a distância utilizando o Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle para compartilhamento do material didático e interação entre os estudantes e o professor. O material didático é composto por textos especializados, catálogos técnicos, video-aulas práticas e teóricas e animações didáticas. Haverá realização de chat e de webconferência com os estudantes. Os estudantes também poderão enviar suas dúvidas e avaliações diretamente por meio do Moodle ou por correio eletrônico. Nota-se uma variedade de técnicas, instrumentos e métodos de ensino a nossa disposição para aplicar na modalidade EAD. Esse ecletismo é resultado das diversas teorias pedagógicas adotadas ao longo dos tempos. Diante dessa diversidade, os docentes deverão privilegiar metodologias de ensino que reconheçam o professor como mediador do processo de ensino.

Israel da Silva Mota depe.saocarlos@ifsc.edu.br (49) 98501 9252 e ( 49 ) 3325 4149.

Felipe José Schmidt, Daiana Schvartz e Sidiane Aline Geremia felipe.schmidt@ifsc.edu.br, daiana.schvartz@ifsc.edu.br, e sidiane.aline@ifsc.edu.br (45) 999331436 e (49) 3325 4149.

A avaliação dos estudantes será realizada como parte integrante do processo educativo e acontecerá ao longo do curso de Formação Continuada de modo a permitir reflexão-ação-reflexão da aprendizagem e a apropriação do conhecimento, resgatando suas dimensões diagnóstica, formativa, processual e somativa. Os instrumentos de avaliação serão diversificados com o objetivo de estimular o estudante à: pesquisa, extensão, reflexão, iniciativa, criatividade, laboralidade e cidadania. O curso EAD poderá contribuir para a autonomia do estudante que necessita procurar, pesquisar, tirar dúvidas em momentos que estão sem a presença do professor. A avaliação permitirá analisar o desenvolvimento e a autonomia do discente de forma contínua e efetiva, resultando em informações sistematizadas e disponibilizadas aos estudantes, com mecanismos que garantam sua natureza formativa, sendo adotadas ações concretas para a melhoria da aprendizagem em função das avaliações realizadas. A avaliação da aprendizagem ultrapassa a perspectiva da mera aplicação de provas e testes para assumir uma prática diagnóstica e processual com ênfase nos aspectos qualitativos. Para tanto, a avaliação deve se centrar tanto no processo como no produto. Quando realizada durante o processo ela tem por objetivo informar ao professor e ao aluno os avanços, as dificuldades e possibilitar a ambos a reflexão sobre a eficiência do processo educativo, possibilitando os ajustes necessários para o alcance dos melhores resultados. Durante o processo educativo é conveniente que o professor esteja atento à participação efetiva do aluno através da observação da assiduidade, pontualidade, envolvimento nos trabalhos e discussões. No desenvolvimento deste curso, a avaliação do desempenho escolar será feita por componente curricular (podendo integrar mais de um componente), considerando estes aspectos. A assiduidade diz respeito à frequência no acesso às aulas no Moodle e as devolutivas dos trabalhos solicitados. A mesma será registrada diariamente pelo professor, no Diário de Classe, por meio de chamada ou lista de presença. O aproveitamento escolar será avaliado através de acompanhamento contínuo e processual do estudante, com vista aos resultados alcançados por ele nas atividades avaliativas. A avaliação docente será feita, pelos alunos, por meio do preenchimento de formulário próprio ao final de cada módulo e autoavaliação. Serão considerados aprovados os estudantes que receberem nota final superior a 6,0, conforme Artigo 41 do Regime Disciplinar Pedagógico do IFSC, tomada como a média das notas nas avaliações de cada unidade curricular. O aluno que obtiver nota menor que 6,0 na Avaliação Final Presencial poderá realizar uma prova de recuperação em data a ser agendada posteriormente por meio de webconferência. As atividades avaliativas serão todas planejadas no Moodle. Várias formas de avaliação poderão se somar, tais como trabalhos individuais e/ou em grupo; testes escritos e/ou orais; demonstração de técnicas; dramatização; apresentação de trabalhos; portfólios; seminários; resenhas; autoavaliação, entre outros. Todos estes instrumentos são bons indicadores da aquisição de conhecimentos e do desenvolvimento de habilidades e competências. Ressalta-se a importância de se expor e discutir os mesmos com os alunos no início de cada unidade curricular. Como estratégia para o Conselho de Classe refletir, revisar e tomar decisões sobre a prática educativa e avaliar o aproveitamento dos alunos, ao final de cada uma das quatro Unidades Curriculares, o professor mediador apresentará a coordenação do curso os resultados alçados até o momento. Caso seja necessária reformulação ou ajuste na Plataforma, será contatado o professor formador para ajustar a metodologia e os recursos disponíveis. Somente poderão obter o certificado de conclusão do curso os estudantes que obtiverem êxito em cada uma das quatro unidades curriculares. A recuperação de estudos, a que todos os alunos têm direito, compreenderá a realização de novas atividades pedagógicas no decorrer do período letivo, cujo resultado será registrado pelo professor, prevalecendo o maior valor entre o obtido na avaliação realizada antes da recuperação e o obtido na avaliação de recuperação.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker4-srv2.appdocker4-inst206/07/2022 11:19