Projeto Político Pedagógico

O profissional formado pelo Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais do
IFSC - Câmpus Gaspar deverá revelar uma formação fundamentada na teoria aliada à
prática, além de uma visão sistêmica que lhe permita identificar pontos relevantes para a
criação, gestão e desenvolvimento organizacional, estando apto a:
Elaborar e implementar planos de negócios, utilizando métodos e técnicas de gestão na
formação e organização empresarial, especificamente nos processos de
comercialização, suprimento, armazenamento, movimentação de materiais e no
gerenciamento de recursos financeiros e humanos;
Comunicar-se interpessoal e empresarialmente, trabalhar em equipe e negociar visando
a autonomia ao propor soluções para os desafios organizacionais;
- Articular os conhecimentos na identificação dos cenários, propondo soluções e
avaliando os impactos de suas decisões no contexto organizacional;
- Aplicar os conhecimentos gerenciais nas atividades de planejamento, organização,
liderança e controle, em conformidade com a ética, buscando a plenitude na
consolidação e funcionamento de empreendimentos;
- Visualizar o contexto empreendedor, comprometendo-se com o desenvolvimento
sócioeconômico, ambiental e sustentável de sua região;
- Empenhar-se na busca contínua de conhecimento para emancipação do indivíduo nos
diversos aspectos que envolvem o desenvolvimento de sua cidadania no âmbito social,
econômico, ambiental e cultural.

Os tecnólogos em Processos Gerenciais poderão atuar na gestão de organizações
públicas e privadas de diferentes portes e segmentos, com ou sem fins lucrativos, 

aplicando as técnicas e métodos de gestão, com competência para a gerência e
diretoria, coordenando de forma integrada os recursos humanos, materiais, financeiros e
de conhecimento.
Os egressos poderão ainda atuar como empreendedores capazes de analisar
criticamente as organizações e o mercado, antecipando problemas e levantando
oportunidades. De forma mais específica, esses profissionais poderão atender as
demandas da microrregião em que o câmpus se insere, com responsabilidade social,
ambiental, justiça e ética profissional

O Projeto Pedagógico do Curso visa promover e nortear o desenvolvimento do seguinte
conjunto de competências: - com base nas Diretrizes Curriculares para os Cursos de
Graduação em Administração (Resolução Nº 4, de 13 de julho de 2005 do CNE/CES)
que os cursos devem possibilitar a formação profissional que revele, pelo menos, as
seguintes competências e habilidades:
I – reconhecer e definir problemas, equacionar soluções, pensar estrategicamente,
introduzir modificações nos processos organizacionais, atuar preventivamente, gerir
conhecimentos e exercer, em diferentes graus de complexidade, o processo da tomada
de decisão;
II – desenvolver expressão e comunicação compatíveis com o exercício profissional,
inclusive nos processos de negociação e nas comunicações interpessoais ou
intergrupais;
III – refletir e atuar criticamente nos processos gerenciais sob sua esfera de atuação
como um agente transformador;
IV – desenvolver raciocínio lógico, crítico e analítico para operar nas relações formais e
causais entre fenômenos organizacionais, bem como expressando-se de modo crítico e
criativo diante dos diferentes contextos sociais;
V – ter iniciativa, criatividade, determinação, vontade política, abertura à inovação e às
mudanças e consciência das implicações éticas do seu exercício profissional;
VI – desenvolver capacidade de transferir conhecimentos da vida e da experiência
cotidianas para o ambiente de trabalho e do seu campo de atuação profissional, em
diferentes modelos organizacionais, revelando-se profissional adaptável;
VII - desenvolver capacidade para elaborar, implementar e consolidar projetos em
organizações; e
VIII - desenvolver capacidade para realizar consultoria em gestão e administração,
pareceres e perícias administrativas, gerenciais, organizacionais, estratégicos e
operacionais.

A metodologia definida para desenvolver as atividades do curso está plenamente
comprometida com a interdisciplinaridade, com o desenvolvimento do espírito científico e
com a formação de sujeitos autônomos e cidadãos.
O Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais tem a matriz curricular
organizada em 26 componentes curriculares obrigatórios e 1 optativo, divididos em 6
semestres. O curso, dadas as características e a natureza das atividades a serem
realizadas pelo egresso no mundo do trabalho, prima pela interdisciplinaridade.
O processo de ensino e aprendizagem, na totalidade do curso, abarca a construção de
conhecimentos diversos, que são adquiridos a partir de um diálogo entre a teoria e a
prática, de maneira a privilegiar a autonomia e o protagonismo do aluno.
Tendo em vista que o ensino, conforme apontado no PPI do IFSC é entendido na
instituição como “o processo de socializar, discutir e apropriar-se de saberes construídos
historicamente para então dar a eles um ressignificado.”, o Curso Superior de Tecnologia
em Processos Gerenciais tem como norteador o trabalho desenvolvido dentro de uma
perspectiva crítica e reflexiva, em que os saberes do aluno e os diversos saberes que
circulam na sociedade, dentre eles os saberes científicos e especializados, são
mobilizados no âmbito dos diferentes componentes curriculares, de maneira a promover
a construção de conhecimentos que contribuam para a formação integral do sujeito,
como profissional, pesquisador e cidadão e para o desenvolvimento da ciência, da
cultural e da tecnologia.
Nesse contexto, as metodologias utilizadas no âmbito de cada componente curricular
priorizarão a interação, o diálogo e a reflexão, processos nos quais o professor deverá
atuar como mediador, garantindo a participação ativa dos alunos no processo de
construção de conhecimentos, valores e práticas, os quais se relacionam às
competências associadas ao perfil profissional de formação deste curso de tecnologia.
As abordagens teóricas e práticas dos processos de ensino e de aprendizagem
adotadas para desenvolver as atividades do curso estão centradas na aprendizagem
significativa e na avaliação por competências.
A aprendizagem significativa ocorre por meio do relacionamento dos conhecimentos já
existentes na estrutura mental do aluno, os quais podem ser relacionados com novos
dados e informações. Esse processo auxilia na formação do aprendizado e o novo
conhecimento torna-se significativo quando o novo conteúdo é conectado a um
conhecimento anteriormente adquirido. Consequentemente, o conhecimento significativo
é definido como aquele que tem um significado para o aluno (AUSUBEL, NOVAK e
HANESIAN, 1978).
A abordagem teórica para ensino das disciplinas propostas centradas na Aprendizagem 

Significativa auxilia o processo de avaliação por competências. Essa opção requer dos
professores a busca por metodologias diferenciadas daquelas que visam apenas a
transferência de conhecimentos, para outras que promovam a construção e a criação de
conhecimentos, articulando ensino, pesquisa e extensão como estratégias de ação.
O fazer pedagógico do curso, nesse sentido, está pautado na interação entre professor
e aluno, apropriando-se de métodos ativos que desafiam e motivam os alunos à
construção de competências profissionais, à reflexão, à iniciativa, ao espírito
empreendedor, à criatividade, à formação continuada, ao compromisso ético e social, à
pesquisa e ao trabalho em equipe.

Ver Projeto Pedagógico do Curso

Ver Projeto Pedagógico do Curso

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker4-srv2.appdocker4-inst213/08/2020 08:31