Projeto Político Pedagógico

Ver PPC

Escolas Públicas e Privadas da Rede Básica de Ensino

Refletir sobre a própria prática, com o intuito de alcançar um movimento entre
reflexão-ação-reflexão;
 Aplicar os conhecimentos no processo de ensino-aprendizagem, com foco em
atividades práticas/lúdicas;
 Promover ações de intervenção, com o intuito de melhorar o processo de ensino-
aprendizagem e atender às novas demandas;
 Reconhecer as diferenças de gêneros textuais e os usos sociais desses gêneros,
orientando os alunos no processo de leitura e escrita;
 Compreender o processo de leitura e escrita como objeto simbólico, considerando as
diferentes formas de práticas de leitura, a partir das realidades contextuais em que os
sujeitos se inscrevem.

A formação continuada implica no processo de análise e reflexão da própria ação como um
importante instrumento para a transformação da prática do professor. Há necessidade das
informações serem atualizadas e inter-relacionadas com o cotidiano escolar. Vale destacar que a
metodologia deve considerar a prática, as experiências e o saber do professor. Quer dizer, é preciso
considerá-lo protagonista no contexto que atua, direcionando para o estudo das práticas pedagógicas
que valorizem as diferenças e a diversidade nas salas de aula, considerando o conteúdo e a forma de
desenvolvê-lo.  
As estratégias de ensino adotadas incluem atividades expositivo-dialogadas, aulas no
laboratório de informática, estudos dirigidos, trabalhos e dinâmicas em grupo, levantamento de
problemas, busca de soluções com a intervenção no contexto escolar, seminários, elaboração e/ou
adaptações de sequências didáticas, que tenham como foco as relações interculturais.  

Nome do responsável pelo projeto:
Prof.ª. Msc. Luana de Gusmão Silveira

Contatos:
E-mail: luana.gusmao@ifsc.edu.br

A avaliação ocorrerá de forma contínua e processual, durante o desenvolvimento do curso.
Serão avaliados o desempenho dos envolvidos, suas competências e habilidades; verificando o
interesse e a relação das informações com o cotidiano escolar. Ao longo dos encontros, os alunos
desenvolverão leituras e debates de diferentes textos, seminários, elaboração de resenhas, produção
e/ou adaptações de sequências didáticas, bem como a socialização dos resultados obtidos em sala de
aula.
A avaliação dos estudantes será realizada como parte integrante do processo educativo,


acontecerá ao longo do curso de modo a permitir reflexão-ação-reflexão da aprendizagem e a
apropriação do conhecimento, resgatando suas dimensões diagnóstica, formativa, processual e
somativa. Serão considerados aptos os alunos que atingirem mais de 75% de frequência no curso e
60% de aproveitamento das atividades propostas. Para fins de registro será usado o conceito de
Apto (A) para os estudantes que atingirem os critérios estabelecidos e Não Apto (NA) para os
estudantes que não atingirem os critérios mínimos para aprovação.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker3-srv1.appdocker3-inst117/04/2021 10:31