Projeto Político Pedagógico

Ver PPC.

O profissional egresso do curso de Estratégias de Marketing de Varejo é um profissional capaz de atuar no
segmento de varejo e comércio de diversos setores da economia. Também pode atuar em áreas de
relacionamento com o cliente em empresas industriais e de serviços.

O egresso do curso em Estratégias de Marketing de Varejo é capaz de:
- apresentar as principais estratégias de canais no marketing de varejo;
- discutir o impacto de novas tecnologias e mudanças sociais nas estratégias de varejo;
- promover atividades de planejamento, execução e avaliação de ações no varejo, a partir da análise do
contexto competitivo;
- propor alternativas de ações, seguindo o ambiente competitivo.

As aulas serão ministradas de maneira dialogada e com a realização de exercícios práticos e teóricos
baseados em material desenvolvido para este fim. Para facilitar o entendimento do conteúdo, os exercícios serão realizados em conjunto com o professor, atendendo às necessidades e demandas de cada aula em particular. O conteúdo será abordado levando em consideração a participação e as necessidades dos alunos, o que implica flexibilidade, uso de estratégias diversas e atenção individual.

Nome do responsável pelo projeto:   Alexandre Hideo Sassaki
Contatos: (47) 3318-3709 – glaucia.tenfen@ifsc.edu.br
               (47) 3318-3717 – alexandre.sassaki@ifsc.edu.br

A avaliação prima pelo caráter diagnóstico e formativo, consistindo em um conjunto de ações que permitam recolher dados, visando a análise da constituição das competências por parte do aluno, previstas no plano de curso. Suas funções primordiais são:
- obter evidências sobre o desenvolvimento do conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes
necessárias à constituição de competências, visando a tomada de decisões sobre o encaminhamento dos processos de ensino e aprendizagem e/ou a progressão do aluno para o semestre seguinte;
- analisar a consonância do trabalho pedagógico com as finalidades educativas previstas no Projeto
Pedagógico do Curso.
- estabelecer previamente, por unidade curricular, critérios que permitam visualizar os avanços e as
dificuldades dos alunos na constituição das competências. Os critérios servirão de referência para o aluno avaliar sua trajetória e para que o professor tenha indicativos que sustentem tomadas de decisões sobre o encaminhamento dos processos de ensino e aprendizagem e a progressão dos alunos.
Será obrigatória a frequência às atividades correspondentes a cada componente curricular, ficando nela reprovado o aluno que não comparecer, no mínimo, a 75% (setenta e cinco por cento) dessas atividades. O resultado da avaliação final será registrado por valores inteiros de 0 (zero) a 10 (dez). O resultado mínimo para aprovação em um componente curricular é 6 (seis).

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker4-srv2.appdocker4-inst201/07/2022 14:20