Projeto Político Pedagógico

O egresso do Curso de Formação Inicial e Continuada em Educação Ambiental para Educação Infantilé um profissional com competências para exercer sua prática pedagógica numa perspectiva mais crítica e emancipatória.

O profissional egresso do curso é capaz de entender a complexidade sistêmica da relação ser humano – sociedade – meio ambiente, e a partir desta percepção interferir de modo consciente e autônoma no contexto escolar buscando contribuir para a formação integral de crianças. Esta intervenção pedagógica é pautada em princípios educativos da Educação Ambiental brasileira.

Ver PPC

 

  1. Estar apto a desenvolver atividades transversais interdisciplinares permanentes de educação ambiental no seu cotidiano escolar, melhorando a qualidade ambiental do seu contexto e estimulando atitudes mais responsáveis nas crianças.

  2. Atuar, de forma crítica, ética e profissional, na sociedade, tendo em vista as diferentes dimensões da prática social.

A prática pedagógica do Curso Formação Inicial e Continuada de Educação Ambiental para Educação Infantil orienta-se pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do IF-SC e a Organização Didática (OD) do Campus Gaspar.

O fazer pedagógico se dá através de atividades em sala de aula com aulas expositivo-dialogadas, dinâmicas de grupo, oficinas, estudos dirigidos, apresentações, seminários e desenvolvimento de projetos. Visitas técnicas/culturais pedagógicas, palestras, eventos e práticas laboratoriais podem complementar e dinamizar o processo.

A metodologia do trabalho deve dar conta, principalmente, da permanência e êxito do aluno, do perfil do egresso e da consolidação do FIC como oferta pública de ensino.

O curso Educação Ambiental para Educação Infantil será oferecido semestralmente, uma turma no turno noturno, integralizando 80 horas (oitenta) distribuídas em 20 (vinte) semanas, em 4 horas semanais. Ressalta-se a possibilidade da flexibilização dos horários.

A avaliação prima pelo caráter diagnóstico e formativo, consistindo em um conjunto de ações que permitam recolher dados, visando à análise da constituição das competências por parte do aluno, previstas no plano de curso. Suas funções primordiais são:

- Obter evidências sobre o desenvolvimento do conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias à constituição de competências, visando à tomada de decisões sobre o encaminhamento dos processos de ensino e aprendizagem e/ou a progressão do aluno para o semestre seguinte.

- Analisar a consonância do trabalho pedagógico com as finalidades educativas previstas no Projeto Pedagógico do Curso.

- Estabelecer previamente, por unidade curricular, critérios que permitam visualizar os avanços e as dificuldades dos alunos na constituição das competências. Os critérios servirão de referência para o aluno avaliar sua trajetória e para que o professor tenha indicativos que sustentem tomadas de decisões sobre o encaminhamento dos processos de ensino e aprendizagem e a progressão dos alunos. Os registros das avaliações são feitos de acordo com a nomenclatura que segue:

E - Excelente;

P - Proficiente;

S - Satisfatório;

I - Insuficiente.

A partir da avaliação efetuada pelo professor, serão realizadas avaliações coletivas que terão o caráter de avaliação integral do processo didático-pedagógico em desenvolvimento na unidade curricular. As avaliações coletivas ocorrerão em Encontrosde Avaliação envolvendo os professores e os profissionais do Núcleo Pedagógico. Os Encontros de Avaliação serão realizados, no mínimo, duas (2) vezes por módulo/semestre letivo em cada turma. O registro, para fins de documentos acadêmicos, será efetivado ao final do curso, após avalições coletivas, apontando a situação do aluno no que se refere à constituição de competências conforme nomenclatura acima.

A recuperação de estudos para os alunos que apresentarem conceito “I” deverá compreender a realização de novas atividades pedagógicas no decorrer do período letivo, que possam promover a aprendizagem, tendo em vista o desenvolvimento das competências. Ao final dos estudos de recuperação o aluno será submetido à avaliação, cujo resultado será registrado pelo professor.

A certificação da formação profissional se dará após a conclusão do módulo, com freqüência mínima de 75%. Não há possibilidade de certificações por unidades curriculares.

Além da avaliação pelos professores vai haver uma avaliação com os alunos através de instrumentos avaliativos como questionários.

Ver PPC.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker3-srv1.appdocker3-inst128/11/2020 02:09