Projeto Político Pedagógico

O egresso do curso é o profissional capaz de realizar o dimensionamento dos principais métodos de partida de motores ou cargas similares. Compreende diferentes topologias de acionamento de máquinas elétricas, planeja e executa instalação de equipamentos automatizados e sistemas robotizados. Realiza manutenção em sistemas de automação industrial associado ao acionamento de máquinas elétricas.

● Indústrias com linhas de produção automatizadas, químicas, petroquímicas, de exploração e produção de petróleo, aeroespacial, automobilística, metalomecânica e plástico; ● Empresas de manutenção e reparos; ● Empresas integradoras de sistemas de automação industrial. Fabricantes de máquinas, componentes e equipamentos robotizados; ● Grupos de pesquisa que desenvolvam projetos na área de sistemas elétricos; ● Laboratórios de controle de qualidade

● Utilizar as principais topologias das chaves de partida de motores elétricos para realizar integração de sistemas de automação; ● Propor planejar e executar instalação de equipamentos automatizados e sistemas robotizados; ● Realizar manutenção em sistemas que contenham os dispositivos elétricos inerentes aos Acionamento de Máquinas Elétricas; ● Realizar medições, testes e calibrações de equipamentos elétricos.

Como estratégia de ensino pretende-se promover autonomia discente na condução dos estudos, sendo disponibilizado um roteiro no qual poderá se orientar e acessar os tópicos em sequência, visualizar o cronograma de todas atividades do curso e também o plano de ensino. No decorrer do curso, serão apresentadas ao aluno situações-problema no qual ter-se-à um cenário com aplicações práticas dos Acionamentos de Máquinas Elétricas, incluindo colaboração técnica interdisciplinar entre equipes, capacidade interpretar, diagnosticar e solucionar problemas. O curso será ofertado na modalidade EAD, sendo composto por uma única unidade curricular, com os tópicos devidamente organizados. Através do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) os alunos terão oportunidade de manter comunicação síncrona e assíncrona com outros alunos e os tutores, possibilitando o relacionamento interpessoal e trabalho em equipe, mesmo que a distância. As ferramentas de aprendizagem e interação virtuais (conforme apresentado no item 25.3) incluem mídias audiovisuais, questionários, simuladores computacionais e fórum de dúvidas, que irão corroborar para a eficácia da assimilação dos conteúdos explorados durante todo o curso. Por se tratar de um Curso de Formação Continuada, não é abrangido pela Resolução CEPE nº 04 de 16 de março de 2017, que “estabelece diretrizes para a oferta de cursos e componentes curriculares na modalidade a distância na Educação Profissional e Tecnológica de Nível Médio, de Graduação e Pós-Graduação, no âmbito do IFSC”. Nesse sentido, não há a necessidade de momentos presenciais. Destaca-se que a Resolução CEPE/IFSC N.º 19, de 12 de março de 2020, que "aprova no CEPE a criação do Regulamento de Ingresso dos Cursos do Instituto Federal de Santa Catarina e encaminha ao Conselho Superior para apreciação" traz em seu Artigo 12, parágrafo 4º, que "para os cursos FIC na modalidade EaD, sem encontros presenciais, a manifestação de interesse será por meio eletrônico e obedecerá a ordem cronológica de envio da documentação pelo formulário eletrônico, gerenciado pelo campus/Cerfead ofertante". Assim, a própria Resolução do ingresso admite que podem existir cursos FICs sem encontros presenciais.

Tiago Quartiero Pereira - tiago.quartiero@ifsc.edu.br

A avaliação dos estudantes será realizada como parte integrante do processo educativo e acontecerá ao longo do curso de modo a permitir reflexão-ação-reflexão da aprendizagem e o desenvolvimento de competências, resgatando suas dimensões diagnóstica, formativa, processual e somativa. As avaliações ocorrerão ao longo de todo o curso e serão realizadas no Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem (AVEA). Poderão acontecer avaliações em atividades síncronas via webconferência, por exemplo, apresentação de resultados de atividades. Haverá pelo menos uma avaliação para cada Estudo. Todas as avaliações serão corrigidas em webconferência. Entretanto, não necessariamente farão a composição da nota final do estudante. Os instrumentos de avaliação serão diversificados com o objetivo de estimular o estudante à: pesquisa, extensão, reflexão, iniciativa, criatividade, laboralidade e cidadania. Serão utilizados os seguintes instrumentos de avaliação, mas não se limitando a eles: fóruns, questões de auto resposta, pesquisas, jogos, avaliação por pares, estudos de caso e desenvolvimento de projetos. De acordo com o Art. 41, do Regimento Didático Pedagógico do IFSC, o resultado final da avaliação será registrado por valores inteiros de 0 (zero) a 10 (dez), sendo 6 (seis) o resultado mínimo para aprovação. A Nota Final será a média das notas das atividades avaliativas, levando em consideração o peso de cada uma delas. A recuperação de estudos, a que todos os alunos têm direito, compreenderá a realização de novas atividades pedagógicas no decorrer do período letivo, cujo resultado será registrado pelo professor, prevalecendo o maior valor entre o obtido na avaliação realizada antes da recuperação e o obtido na avaliação de recuperação.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker1-srv2.appdocker1-inst201/12/2021 21:32