Projeto Político Pedagógico

– Conhecer os fenômenos metalúrgicos que influem na soldagem; – relacionar possíveis defeitos com as condições e parâmetros selecionados para o processo de soldagem; – estabelecer procedimentos pré e pós soldagem que permitam uma união isenta de defeitos.

Indústrias do eixo metal-mecânico que trabalham com processos de fabricação e montagem, controle de qualidade, metalurgia, materiais e tratamentos térmicos.

– Conhecer os fenômenos metalúrgicos que influem na soldagem; – relacionar possíveis defeitos com as condições e parâmetros selecionados para o processo de soldagem; – estabelecer procedimentos pré e pós soldagem que permitam uma união isenta de defeitos.

Nas competências e habilidades estabelecidas para o curso, observam-se as que são de caráter específico e as que são de caráter generalista, e desta forma, a metodologia deve contemplar maneiras de construção de ambas. A metodologia a ser empregada para a construção das competências será orientada pelo conteúdo do curso, agregando as bases tecnológicas estabelecidas. As estratégias pedagógicas desenvolvidas serão realizadas em ambiente de laboratório e de sala de aula, em diferentes situações de aprendizagem, buscando a mobilização de conhecimentos e o desenvolvimento de habilidades motoras, cognitivas e afetivas, envolvendo estudos de caso, oficinas, palestras, problematização, seminários, visitas técnicas, entre outros, visando assim a inovação, a criatividade a busca da qualidade para facilitar a aprendizagem, apropriando as metodologias apresentadas numa perspectiva contextualizada e intertemáticas. As unidades curriculares poderão ser ofertadas parcialmente na modalidade EaD com carga horária que não ultrapasse 20 % (vinte por cento) da carga horária total do curso por meio de atividades em ambiente virtual de aprendizagem (moodle), tais como chats e fóruns. No procedimento educativo não se admite a exclusão, mas sim a integração de alunos e professores tanto no relacionamento quanto na aquisição de conhecimentos, pois se não houver troca, não há como investigar, criar, questionar e crescer. É através da troca que se tem a dinâmica da produção de uma relação com o conhecimento que se dá através da invenção e da inovação. As competências e habilidades de caráter específico deverão ser desenvolvidas no decorrer do desenvolvimento do curso. A metodologia deverá estimular a constante busca de informações pelos alunos e os meios de acesso a essas informações deverão ser viabilizados pela Instituição.

VER PPC.

É na concepção de negociação que a avaliação da aprendizagem está inserida, revestindo esse processo avaliativo numa perspectiva de aprendizagem e não somente de mera atividade de testar ou medir elementos. A avaliação por competência encontra-se num contexto holístico, sendo sistemática e contínua na interação em que professor e aluno buscam essa concepção de negociação. Os aspectos analisados na avaliação durante o desenvolvimento do Curso serão os seguintes:  Competências Comportamentais  Competências Técnicas Ao longo do desenvolvimento do curso, o professor deverá realizar registros de avaliações.  O professor deverá avaliar pelo menos 3 competências técnicas: conhecimento de conceitos e fundamentos da metalurgia; defeitos de soldagem; ciclos térmicos. Além destas, deverá avaliar as seguintes competências comportamentais: autonomia, responsabilidade e relacionamento. Os registros das avaliações são feitos de acordo com a nomenclatura que segue: E - Excelente; P - Proficiente; S - Satisfatório; I - Insuficiente. O registro, para fins de documentos acadêmicos, será efetivado ao final do curso, apontando a situação do aluno no que se refere à constituição de competências. Para tanto, utilizar-se-á nomenclatura: A - (Apto): quando o aluno tiver obtido as competências; NA - (Não Apto): quando o aluno não tiver obtido as competências. A recuperação de estudos deverá compreender a realização de novas atividades pedagógicas no decorrer do período do próprio curso, que possam promover a aprendizagem, tendo em vista o desenvolvimento das competências. Ao final dos estudos de recuperação o aluno será submetido à
avaliação, cujo resultado será registrado pelo professor.  Para fins de aprovação é considerado APTO, o aluno que atingir, no mínimo, SATISFATÓRIO em todas as competências, bem como frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) das aulas.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker3-srv1.appdocker3-inst124/10/2021 03:10