Projeto Político Pedagógico

Portadores de Graduação que exercem atividades em órgãos públicos ou do terceiro setor ou que tenham aspirações ao exercício de função pública.
GERAL
O curso tem como objetivo a qualificação de pessoal de nível superior visando ao exercício de atividades gerenciais e do Magistério Superior.

ESPECÍFICOS
a) Capacitar quadros de gestores para atuarem na administração de macro (governo) e micro (unidades organizacionais) sistemas públicos;
b) Capacitar profissionais com formação adequada a intervirem na realidade social, política e econômica;
c) Contribuir para a melhoria da gestão das atividades desempenhadas pelo Estado brasileiro, no âmbito federal, estadual e municipal;
d) Contribuir para que o gestor público desenvolva visão estratégica dos negócios públicos, a partir do estudo sistemático e aprofundado da realidade administrativa do governo ou de suas unidades produtivas.

JUSTIFICATIVA
O futuro do mercado de trabalho é campo de amplas discussões em diversos setores e países. Sabe-se que não existem respostas precisas para todas as questões levantadas como, por exemplo, quais as qualificações necessárias nos próximos anos. Por outro lado, se percebe uma necessidade de qualificação premente aos profissionais de organizações públicas, provocadas por mudanças no gerenciamento e controle dessas instituições. O IF-SC, inserido nesse contexto de transformações percebe as necessidades internas e externas de qualificação de recursos humanos na área de Gestão.

No cenário atual, o fortalecimento das instituições deve passar pela adaptação às inovações tecnológicas e por um esforço dos profissionais para incorporarem novas práticas gerenciais e inovações tecnológicas de modo que acompanhem os avanços nos processos de gestão das organizações. Várias pesquisas internacionais confirmam que países industrializados de sucesso apresentam um alto nível de qualificação da população economicamente ativa, que integram a Educação Geral, a formação profissional e os setores produtivos. Os avanços tecnológicos têm estabelecido freqüentes mudanças qualitativas e quantitativas no mundo do trabalho, fazendo com que uma parcela considerável da população seja excluída do processo produtivo.

A adoção de ferramentas de gestão e controle modernos muda radicalmente a forma de se trabalhar. A introdução de novos instrumentos e métodos provoca o fortalecimento da gestão de processos, exigindo novas capacidades dos profissionais, destacando-se a do pensamento lógico-abstrato e de criatividade, para resolução dos problemas, na medida em que essa base científica opere basicamente através de símbolos e do pensamento criativo e analítico. Moraes (2004, p.27) diz que:
A tarefa na gestão está baseada na reflexão e na criação de idéias que orientem as atividades em direção a consecução dos resultados empresariais. Ela não está baseada no esforço físico e nas habilidades manuais. A essência do trabalho dos gestores não está, no uso da força física, “na transpiração”, está “na inspiração”, está no uso da teoria, dos conceitos, dos conhecimentos, na experiência, do esforço criativo para produzir resultados. Por isso, o desempenho do gestor deve ser avaliado pela produção de resultados que contribuem para os objetivos empresariais e não pela realização de tarefas.

Devido ao desenvolvimento tecnológico e da implantação de processos e mecanismos de controle e auditoria pelos órgãos competentes, os sistemas de gestão das instituições públicas necessitam cada vez mais, além de processos modernos, de pessoas altamente qualificadas para propor soluções aos problemas encontrados. Um processo profissionalizado dá à instituição condições para se inserir no mundo globalizado, proporcionando versatilidade gerencial que pode responder às demandas da sociedade.

Constata-se, com clareza, a necessidade de oferecimento de cursos específicos na área de gestão, onde as tendências administrativas apontam para necessidades profissionais mais especializadas.

O Curso de Pós Graduação Lato Sensu em Gestão Pública propõe atualizar e especializar os profissionais, de forma que possam desenvolver novos conhecimentos e utilizar as tecnologias mais recentes em seu ambiente de trabalho, na gestão de organizações públicas, capacitando-o a entender e atuar em gestão de processos e de projetos e na resolução de problemas inerentes às atividades de gestão, objetivando qualificação especializada na gestão pública.
Um fato importante é que as Instituições de Ensino Superior, de um modo geral, nos seus cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado) não têm enfoque prático ou aplicado. Com isso se forma uma lacuna no aprendizado. Pode-se citar como exemplo a procura por cursos especiais de curta duração na área de gestão, que são oferecidos por diversas instituições e empresas.

Considerando a necessidade de atualização na área de gestão dos profissionais que atuam em organizações públicas da região, destaca-se que o formato deste curso permite atender esta situação. Finalmente, outro importante fator a considerar é a existência no IF-SC de servidores com qualificação para atender essa demanda e o que colabora muito para a qualidade do curso é o nível de escolaridade/formação dos docentes que irá compor o quadro de professores.
Centro de Referência e Formação em EaD - Florianópolis. Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker3-srv1.appdocker3-inst108/08/2020 12:35