Projeto Político Pedagógico

Profissionais com capacidade de: Gerenciar a atividade produtiva leiteira (planeja, organiza, controla e avalia a atividade de produção). Manejar vacas secas e em lactação (reprodução, alimentação, sanidade). Manejar a ordenha. Obedecer a legislação convencional e/ou orgânica para produção e comercialização de leite. Observar as normas sanitárias e os procedimentos de segurança no trabalho.

Propriedades rurais que desenvolvam atividades ligadas à produção de leite, principalmente as da agricultura familiar.

O concluinte será capacitado para:

- Realizar práticas de conservação ambiental;

- Manejar de forma racional os animais;
- Aplicar boas práticas de ordenha;

- Obter de forma higiênica o leite;

A interdisciplinariedade é favorecida na abordagem de uma temática no sentido amplo, tendo a propriedade rural como o elemento integrador do sistema produtivo. O curso contemplará atividades práticas na medida em que essas permitem a aprendizagem e aplicação de conhecimentos científicos. Em síntese será utilizado: – Aulas expositivas dialogadas com os estudantes. – Dinâmicas de grupo para avaliar a percepção dos alunos com relação aos temas propostos. – Exibição de filmes e discussão de seu conteúdo. – Aulas práticas. – Visitas guiadas a propriedades agrícolas que representem as características produtivas regionais.

Nome do responsável pelo projeto: Carlos Alberto Agnolin
Contatos: carlos.alberto@ifsc.edu.br
(49) 92027212-vivo

A avaliação dos aspectos qualitativos compreende o diagnóstico, a orientação e a reorientação do processo de ensino e aprendizagem visando à construção dos conhecimentos através de observação diária dos alunos, em suas diversas atividades; testes e provas escritos, com ou sem consulta; resoluções de exercícios; planejamento ou execução de experimentos ou projetos; relatórios referentes aos trabalhos, experimentos ou visitas técnicas; atividades práticas referentes àquela formação e demais instrumentos que a prática pedagógica indicar. Será obrigatória a frequência às atividades correspondentes a cada componente curricular, ficando nela reprovado o aluno que não comparecer, no mínimo, a 75% (setenta e cinco por cento) dessas atividades. O resultado da avaliação final será registrado por valores inteiros de 0 (zero) a 10 (dez).O resultado mínimo para aprovação em um componente curricular é 6 (seis).

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker5-srv1.appdocker5-inst128/11/2020 13:38