Projeto Político Pedagógico

Dentre as competências desejadas pelo egresso do curso Costura de roupas listam-se as seguintes:
• Aplicar as técnicas relacionadas a área de costura de roupas.
• Quanto as competências relacionadas as técnicas de costura estão: riscar e cortar os moldes no
tecido, utilizar diferentes tipos de máquinas de costura, montar peças de roupas completas, fazer regulagens básicas de pontos nas máquinas de costura.
• Exercitar o pensamento crítico no que se refere à interpretação dos fatos cotidianos articulados
com conhecimentos acadêmicos;
• Estar apto ao prosseguimento dos estudos e à inserção no mundo do trabalho.

Empresas de confecção de vestuário;
- Prestadoras de serviços terceirizados (facções) de costura de peças do vestuário;
- Exercer funções como: auxiliar/ajudante de costura, auxiliar de produção, costureira industrial.

Nessa perspectiva, as atividades curriculares proporcionam a análise interpretativa e crítica das
competências profissionais estabelecidas no perfil do egresso, bem como das práticas sociais relacionadas
ao contexto da formação continuada em Costura de roupas.

A prática pedagógica desenvolvida no IFSC privilegia a formação do cidadão crítico e consciente do
seu papel na sociedade. Nessa prática, o aluno coloca-se como sujeito ativo no processo de aprendizagem,
na interação com o conhecimento e com os demais sujeitos que compõem o processo educativo.
Nessa perspectiva, as atividades curriculares proporcionam a análise interpretativa e crítica das
competências profissionais estabelecidas no perfil do egresso, bem como das práticas sociais relacionadas
ao contexto da formação continuada em Costura de roupas.
O fazer pedagógico do curso está pautado na interação entre professor e aluno, buscando o
desenvolvimento das competências profissionais, apropriando-se de métodos ativos que desafiam e motivam
os alunos à construção dessas competências, à reflexão, à iniciativa, à criatividade, à formação continuada,
ao compromisso ético e social, ao trabalho em equipe.

Glaucia Marian Tenfen
Coordenador do curso: Geannine Cristtina Ferreira Martins
Carolina Anderson Carioni Amorim

<glaucia.tenfen@ifsc.edu.br> tel: (047) 3318-3709.
<geannine.martins@ifsc.edu.br>tel: (047) 3318-3719.
<carolina.carioni@ifsc.edu.br> tel: 9047)33183719

Avaliação da aprendizagem:
Conforme o artigo 36 da RDP, os instrumentos de avaliação serão diversificados e deverão constar no
plano de ensino do componente curricular, estimulando o aluno à: pesquisa, reflexão, iniciativa, criatividade,
laboralidade e cidadania. As avaliações podem constar de:
I - observação diária dos alunos pelos professores, em suas diversas atividades;
II - trabalhos de pesquisa individual ou coletiva;
III - testes e provas escritos, com ou sem consulta;
IV - entrevistas e arguições;
V - resoluções de exercícios;
VI - planejamento ou execução de experimentos ou projetos;
VII - relatórios referentes aos trabalhos, experimentos ou visitas técnicas;
VIII - atividades práticas referentes àquela formação;
IX - realização de eventos ou atividades abertas à comunidade;
X - autoavaliação descritiva e avaliação pelos colegas da classe;
XI - demais instrumentos que a prática pedagógica indicar.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker2-srv2.appdocker2-inst217/04/2021 12:19