Projeto Político Pedagógico

O egresso do curso é o profissional capaz de produzir alimentos seguros, considerando os critérios de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos.

Restaurantes, cozinhas industriais, confeitarias, padarias, lanchonetes, comissarias, cantinas, bufês, cozinhas institucionais, pastelarias, delicatéssens, rotisserias, casas de chá, sorveterias, casas de sucos, peixarias, açougues e congêneres.

Aprimorar os conhecimentos de manipuladores de alimentos para a produção de alimentos seguros.

A prática pedagógica do Curso Formação e Continuada “Treinamento para Manipuladores de Alimentos” orienta-se pelo Regulamento didático pedagógico do IFSC.

A elaboração do currículo por competências implica em ações pedagógicas que possibilitem ao aluno a construção de seu conhecimento. Nessa construção de novos saberes, a escola constitui-se em um espaço onde professores e alunos são sujeitos de uma relação crítica e criadora. Assim, a intervenção pedagógica favorece a aprendizagem a partir da diversidade, das expectativas dos alunos e de suas experiências pessoais e profissionais.

As estratégias de ensino adotadas incluem atividades em sala de aula com aulas teóricas (12h) expositivo-dialogadas, estudos dirigidos, exercício de estudo de caso, atividades lúdicas e apresentação de trabalho. Além disso, tem como previsão a realização de uma aula prática.

 

Jane Parisenti

Nelda Plentz

12 Contatos:

JANE: janeparisenti@ifsc.edu.br

3877 8430

NELDA: nelda@ifsc.edu.br

3877-8420

 

 

De acordo com o exposto na Resolução 041/2014/CONSUP, que dispõe sobre o Regulamento Didático Pedagógico (RDP), os instrumentos de avaliação serão diversificados e deverão constar no plano de ensino do componente curricular, sempre estimulando o aluno à pesquisa, reflexão, iniciativa, criatividade, laboralidade e cidadania. Dentre os instrumentos de avaliação poderão ser utilizados: prova escrita e/ou prática, trabalhos individuais e/ou em grupo e outras estratégias que o professor considerar mais adequado ao público atendido.

Entre osprincípios considerados pela Instituição, e em consonância com o Regimento Didático Pedagógico (RDP) do IFSC, a avaliação prima pelo caráter diagnóstico e formativo, devendo ser processual, somativa, continuada e diversificada, consistindo em um conjunto de ações que permitam recolher dados, visando à análise da constituição das competências por parte do aluno, previstas no plano de curso. O processo avaliativo integra o conjunto de conhecimentos

e habilidades, conforme descrito nas matrizes curriculares, e de atitudes gerais, conforme descrito:

  • Postura ética e crítica em relação aos temas e conteúdos abordados;

  • Assiduidade e pontualidade nas aulas;

  • Participação nas aulas e empenho nas atividades propostas;

  • Iniciativa, disponibilidade, flexibilidade, criatividade e organização;

  • Trabalhos em grupos, compartilhamento de responsabilidades e respeito às diferenças;

  • Respeito à comunidade acadêmica e zelo pelo patrimônio escolar.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appserver2.srv2inst1 20/02/2020 20:45