Projeto Político Pedagógico

Apresentar diretrizes conceituais sobre a formação para docência.
Discutir os pressupostos teóricos dos processos de ensino e aprendizagem na EPCT.
Diferenciar recursos didáticos e estratégias de ensino na EPCT.
Contribuir para o debate sobre a especificidades da formação docente para EPCT.
Fundamentar teorias e práticas para a aplicação de estratégias de ensino.
Planejar uma aula prevendo o uso adequado das estratégias de ensino.
Reconhecer estratégias de ensino para EPCT.
Avaliar as estratégias de ensino como potenciais aliadas nos processos de ensino e aprendizagem
na EPCT.
Aplicar estratégias de ensino.
Reconhecer as especificidades da EPCT.

O egresso poderá atuar no planejamento e desenvolvimento criativo das aulas para
o exercício da docência no Instituto Federal de Santa Catarina, visando a especificidade
da EPCT.

Apresentar diretrizes conceituais sobre a formação para docência.
Discutir os pressupostos teóricos dos processos de ensino e aprendizagem na EPCT.
Diferenciar recursos didáticos e estratégias de ensino na EPCT.
Contribuir para o debate sobre a especificidades da formação docente para EPCT.
Fundamentar teorias e práticas para a aplicação de estratégias de ensino.
Planejar uma aula prevendo o uso adequado das estratégias de ensino.
Reconhecer estratégias de ensino para EPCT.
Avaliar as estratégias de ensino como potenciais aliadas nos processos de ensino e aprendizagem
na EPCT.
Aplicar estratégias de ensino.
Reconhecer as especificidades da EPCT.

Durante o desenvolvimento do curso a avaliação ocorrerá de forma contínua e processual.
O docente deverá acompanhar e verificar, por meio da participação dos estudantes, o
desempenho, as competências e habilidades adquiridas; seus avanços e/ou dificuldades.
A avaliação dos estudantes será realizada como parte integrante do processo educativo e
acontecerá ao longo do curso de modo a permitir reflexão-ação-reflexão da aprendizagem e a
apropriação do conhecimento, resgatando suas dimensões diagnóstica, formativa, processual e
somativa. Desta forma, a avaliação dos aspectos qualitativos compreende o diagnóstico, a
orientação e a reorientação do processo de ensino e aprendizagem, visando à construção dos
conhecimentos.
Os instrumentos de avaliação serão diversificados e deverão constar no plano de ensino
de cada unidade curricular, estimulando o estudante à: pesquisa, extensão, reflexão, iniciativa,
criatividade, laboralidade e cidadania.

Olivier Allain – olivier@ifsc.edu.br
Márcia Eunice Lobo – marcia.lobo@ifsc.edu.br
Maria Luisa Hilleshein de Souza – marialuisa@ifsc.edu.br

Durante o desenvolvimento do curso a avaliação ocorrerá de forma contínua e processual.
O docente deverá acompanhar e verificar, por meio da participação dos estudantes, o
desempenho, as competências e habilidades adquiridas; seus avanços e/ou dificuldades.
A avaliação dos estudantes será realizada como parte integrante do processo educativo e
acontecerá ao longo do curso de modo a permitir reflexão-ação-reflexão da aprendizagem e a
apropriação do conhecimento, resgatando suas dimensões diagnóstica, formativa, processual e
somativa. Desta forma, a avaliação dos aspectos qualitativos compreende o diagnóstico, a
orientação e a reorientação do processo de ensino e aprendizagem, visando à construção dos
conhecimentos.
Os instrumentos de avaliação serão diversificados e deverão constar no plano de ensino
de cada unidade curricular, estimulando o estudante à: pesquisa, extensão, reflexão, iniciativa,
criatividade, laboralidade e cidadania.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker4-srv1.appdocker4-inst109/08/2022 20:26