Projeto Político Pedagógico

O curso tem como objetivo capacitar produtores rurais sobre a elaboração de vinhos e espumantes, além de capacitar profissionais da área da gastronomia e bebidas, e comunidade interna e externa ao IFSC que tenham interesse no mundo dos vinhos, difundido no planalto Norte Catarinense a cultura da uva e do vinho, aliando os prazeres de uma bebida milenar com os benefícios que o vinho promove a saúde humana.
O egresso do curso poderá aplicar os conhecimentos adquiridos diretamente na sua propriedade e/ou comunidade. Além de servir como uma complementação curricular, o que no caso de técnicos em agroecologia e alimentos no Curso Superior de Tecnologia de Alimentos, aumenta as possibilidades de atuação no mercado formal de trabalho.
O egresso terá condições de atuar no processo de vinificação em pequena escala de vinhos tintos, brancos e espumantes, além de conhecer técnicas de análise sensorial de vinhos e spumantes. Ressalta-se como competência ser um difusor da cultura do vinho, através da convivência responsável com a bebida alcoólica. O egresso também terá condições de servir corretamente os vinhos, além de apresentar conhecimentos básicos inerentes ao armazenamento de vinhos e espumantes, taças adequadas, identificar defeitos dos vinhos, identificar e diferenciar diferentes estilos de vinhos, temperatura adequada de serviço, e noções gerais relacionadas a harmonização entre o vinho e o alimento.
As aulas teóricas em sala serão expositivas e dialogadas, com auxílio de recursos audiovisuais, contemplando exemplos teóricos comparados com exemplos práticos da rotina dos participantes.
As aulas práticas ou visitas técnicas serão desenvolvidas no laboratório de análise de alimentos do IFSC, Câmpus Canoinhas, ou em propriedades rurais. Ressalta-se que no campo experimental e nas propriedades rurais serão desenvolvidas pesquisas relacionadas aos temas abordados na ementa curricular deste curso, promovendo assim a troca de experiências entre os alunos e os produtores rurais. As aulas e as visitas técnicas serão realizadas objetivando a interdisciplinariedade, para uma formação mais ampla do aluno.
O coordenador/docente do curso disponibilizará uma apostila didática, contendo todos os conteúdos abordados em sala de aula. Para melhor compreensão dos conteúdos ministrados, serão realizadas aulas práticas, com a elaboração do vinho pelos discentes. Para melhor compreensão dos conteúdos ministradas na Análise Sensorial de Vinhos e Espumantes, serão realizadas aulas práticas, com degustações guiadas, objetivando a melhor compreensão dos aspectos relacionados a cor, aroma e gosto do vinho, audiovisuais, contemplando exemplos teóricos comparados com exemplos práticos da rotina dos participantes.
As aulas práticas ou visitas técnicas serão desenvolvidas no laboratório de análise de Alimentos do IFSC, Câmpus Canoinhas, ou em propriedades rurais. Ressalta-se que no campo experimental e nas propriedades rurais serão desenvolvidas pesquisas relacionadas aos temas abordados na ementa curricular deste curso, promovendo assim a troca de experiências entre os alunos e os produtores rurais. As aulas e as visitas técnicas serão realizadas objetivando a interdisciplinariedade, para uma formação mais ampla do aluno.
O coordenador/docente do curso disponibilizará uma apostila didática, contendo todos os conteúdos abordados em sala de aula. Para melhor compreensão dos conteúdos ministrados, serão realizadas aulas práticas, com a elaboração do vinho pelos discentes. Para melhor compreensão dos conteúdos ministradas na Análise Sensorial de Vinhos e Espumantes, serão realizadas aulas práticas, com degustações guiadas, objetivando a melhor compreensão dos aspectos relacionados a cor, aroma e gosto do vinho.
Nome do responsável pelo projeto: Douglas André Würz
Contatos: douglas.wurz@ifsc.edu.br
As avaliações serão realizadas de forma contínua durante todo o transcorrer do curso, sendo que as avaliações consistirão de observações dos alunos pelo professor em suas atividades, verificações teóricas, seminários e a atividades práticas.
Durante o período do curso será realizado a recuperação de notas, caso seja necessário. Será obrigatória a frequência às atividades ficando nela reprovado o aluno que não comparecer, no mínimo, a 75% (setenta e cinco por cento) em cada unidade curricular.
O resultado da avaliação final será registrado por valores inteiros de 0 (zero) a 10 (dez), sendo que o resultado mínimo para aprovação no componente curricular é 6 (seis) e a decisão do resultado final, pelo professor, dependerá da análise do conjunto de avaliações, e suas ponderações.
Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appserver3.srv3inst1 21/02/2020 13:14