Projeto Político Pedagógico

Ao término do curso, oTécnico em Mecânicadeverá estar apto para desenvolver atividades de planejamento,  avaliação, controle, instalação, montagem, fabricação emanutenção, sendo capaz de: a Atuar na elaboração de projetos de produtos, ferramentas, máquinas e equipamentos mecânicos. b Planejar, aplicar e controlar procedimentos de instalação e de manutenção mecânica de máquinas e equipamentos conforme normas técnicas e normas relacionadas à segurança. c Controlar processos de fabricação. d Aplicar técnicas de medição e ensaios.e Especificar materiais para construção mecânica.

Atuar na elaboração de projetos de produtos, ferramentas, máquinas e equipamentos mecânicos. Planejar, aplicar e controlar procedimentos de instalação e de manutenção mecânicade máquinas e equipamentos conforme normas técnicas e normas relacionadas à segurança.Controlar processos de fabricação. Aplicar técnicas de medição e ensaios e especificar materiais para construção mecânica.





Atuar na área de Controle e Processos Industriais, conforme a definição do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Além da formação técnica específica, o objetivo do curso é fornecer também ao aluno uma formação integral humanista, como apresentada no item que discutiu os Princípios e Concepções do Ensino Técnico Integrado ao Ensino Médio.

Para que os educandos atinjam as competências estabelecidas como necessárias para a formação profissional os trabalhos seguirão metodologia própria. Serão ministradas aulas expositivas dialogadas, aulas práticas em laboratórios, visitas técnicas, es tudos de casos, seminários e um projeto integrador, conforme planilha anexa (item 6.2.1). Outras metodologias semelhantes, também serão empregadas para possibilitar a construção e criação do conhecimento, de no vos valores e o desenvolvimento de novas competências. Todas as atividades de ensino e aprendizagem acontecerão sob enfoque da interdisciplinaridade e da contextualização. Neste aspecto, a metodologia do Projeto Integrador (PI) terá uma função importante, promovendo, adicionalmente, a integração entre professores e educandos ao longo de todo o seu percurso formativo. O PI será desenvolvido conforme os seguintes eixos temáticos: 1º) Materiais e Desenho (I-IV Módulos), 2º) Projeto (V e VI Módulos) e 3º) Fabricação (VII e VIII). Esta ordenação foi idealizada neste currículo como ferramenta pedagógica e de integração curricular, tendo em vista a seqüência de fabricação dosprodutos mecânicos na indústria. Na medida em que o educando persegue a meta de execução de seu projeto,cumprindo as tarefas pertinentes a cada eixo temático e respectivos módulos, adquire o conhecimento dos temasrelativos ao projeto. Desta forma, a interdisciplinaridade é gerada numa dimensão em que relações de um sabercom o conjunto dos saberes produzido permitem a integração do conhecimento, pelo entendimento das aplicações ecomplementaridade dos conhecimentos (dimensão epistemológica). Por exemplo, o estudo dos “materiais”abordado em diferentes UCs como a Física, Química, Biologia, Literatura, Geografia e da História pode expandir o significado de “materiais”, pois em cada um destes campos epistemológicos revela sentidos diferentes. Além deste,outros temas podem ser trabalhados nos módulos, como por exemplo: desenho, produto, processo, projeto,produção, meio ambiente, sustentabilidade, manutenção, economia solidária, etc. O PI estará pronto e revisadoentre grupos de colegas estudantes e professores ao final do Módulo IV. A etapa seguinte é a execução do PI nos Módulos VII e VIII. Como forma de garantir a eficácia pedagógica está sendo proposta a implementação de duas UC ́s de Projeto Integrador. As atividades estarão transversalmente previstas nos Planos de Aprendizagem das UCs, o que auxilia o aprendizado dos estudantes nas aulas de laboratório, levando-se em conta a sincronicidade e interação entre os planosde ensino / aprendizagem. O resultado material do trabalho realizado pelas equipes seráum componente, dispositivo ou equipamento mecânico e um relatório descritivo do projeto executado. Além do contexto puramente técnico-científico, outros contextos se a rticularão para que aconteça a aprendizagem significativa: o histórico do trabalho, da ciência e da tecnologia, especialmente nas áreas de atuação do técnico mecânico em nosso país, e o contexto cultural dos educandos. O primeiro relaciona o saberem sincronia com outros saberes, com a prática social e a organização do mundo do trabalho, com mudanças que ocorreram aolongo da história. O contexto cultural significa os conhecimentos prévios obtidos pela educação em família, pelo relacionamento com a comunidade, para atingir o conhecimento do todo. Nesta dimensão forma-se para acidadania, para fornecer ao aluno uma visão de mundo, para levá-lo à conquista de uma postura ética de respeito àsriquezas naturais e culturais do ambiente em que vive, e da valorização dos empreendimentos e das conquistascientíficas e tecnológicas de profissionais brasileiros.As visitas técnicas serão práticas freqüentes, possibilitando ao aluno conhecer a estrutura e ofuncionamento de uma empresa e estarão presentes em várias unidades curriculares, principalmente nas ultimasfases.As atividades práticas serão ministradas em laboratórios específicos, para realização de atividades, como porexemplo: montagem e construção de experimentos, simulação, realização de ensaios ou mesmo pesquisas técnicas, cujos resultados serão expressos em forma de relatório ou ficha técnica.Os seminários poderão ser organizados com a participação de convidados, especialistas nos temas queserão apresentados e debatidos pelos alunos e professores.

Geraldo Reis

geraldo.reis@ifsc.edu.br

"Conhecer algo equivale a avaliá-lo, atribuir-lhe um valor, um significado, a explicá-lo, e isto tanto na experiência comum, quanto nos mais sistemáticos processos científicos”. A avaliação no processo de construção do conhecimento na nova educação profissionaldeve ser um instrumento que possibilite a identificação do desenvolvimento do aluno (atitudes,conhecimentos e habilidades) e que forneça elementos para orientações necessárias,complementações e enriquecimento do processo de aprendizagem. Os parâmetros para a avaliação serão naturalmente as competências definidas para cada Unidade Curricular. É certoque, para isso, é preciso definir as evidências da aprendizagem realizada ou da  competência constituída.A avaliação deve ocorrer durante o processo e deverá acompanhar o desenvolvimento doaluno na obtenção das competências requeridas para exercer a sua profissão. Para tanto deverãoser avaliados os conhecimentos, as habilidades e as atitudes dos alunos no desempenho de suasatividades. A cada conhecimento, habilidade ou atitude avaliada será atribuído um dos conceitos.
Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker5-srv2.appdocker5-inst211/08/2020 18:28