Projeto Político Pedagógico

Competências gerais:
1 – Encontrar e/ou criar soluções em forma de programas de computadores para dispositivos móveis no intuito de atender a demanda existente nas organizações.

Áreas de atuação do egresso:
O egresso do curso de Programação para Dispositivos Móveis com Android terá condições de atuar na área de TIC, como programador para dispositivos móveis. Ao concluir o curso, o aluno poderá atuar em organizações que usam a informática para agilizar e controlar processos de negócios, utilizando programas em dispositivos móveis. Nestas organizações o aluno terá condições de desenvolver soluções computacionais (programas) para dispositivos móveis de forma a automatizar esse processo de negócio.



O egresso do curso de Programação para Dispositivos Móveis com Android terá condições de atuar na área de TIC, como programador para dispositivos móveis. Ao concluir o curso, o aluno poderá atuar em organizações que usam a informática para agilizar e controlar processos de negócios, utilizando programas em dispositivos móveis. Nestas organizações o aluno terá condições de desenvolver soluções computacionais (programas) para dispositivos móveis de forma a automatizar esse processo de negócio.

Encontrar e/ou criar soluções em forma de programas de computadores para dispositivos móveis no intuito de atender a demanda existente nas organizações.

A organização curricular do Curso de Programação para Dispositivos Móveis com Android fundamenta-se na concepção por competências, a qual implica em ações pedagógicas que possibilitam ao aluno a construção de seu conhecimento. Nessa construção de novos saberes, a escola constitui-se em um espaço onde professores e alunos são sujeitos de uma relação crítica e criadora. Assim, a intervenção pedagógica favorece a aprendizagem a partir da diversidade, não a partir das características e dificuldades do aluno. O fazer pedagógico se dá por meio de atividades em sala de aula e em laboratórios com aulas teóricas e práticas expositivo-dialogadas, apresentações e desenvolvimento de exercícios práticos e contextualizados com as necessidades atuais do mundo do trabalho.

Carlos Andrés Ferrero 

Fone: (49) 3221-4255 / 3221-4253 e-mail: andres.ferrero@ifsc.edu.br

Cada aluno será avaliado e receberá conceitos conforme o desempenho apresentado na execução das atividades curriculares referentes aos conhecimentos. Além disto, serão também avaliados conforme o desenvolvimento das Atitudes. Ao concluir o curso, cada aluno receberá um conceito final, o qual será avaliado a partir dos conceitos obtidos ao longo do curso e da aquisição da competência proposta pelo curso. Esta avaliação será feita em modo conselho de classe pelos professores envolvidos. A atribuição dos conceitos avaliativos se dará da seguinte maneira: Conceito E – Excelente – Quando se destacar em termos de conhecimentos, habilidades e atitudes; Conceito P – Proficiente – Quando responder satisfatoriamente em termos de conhecimentos, habilidades e atitudes; Conceito S – Suficiente – Quando atender ao mínimo em termos de conhecimentos, habilidades e atitudes, o que garante a progressão; Conceito I – Insuficiente – Quando não atender ao mínimo em termos de conhecimentos, habilidades e atitudes, o que significa a impossibilidade de progressão. A certificação será conferida somente aos alunos que forem considerados APTOS através da
obtenção mínima do conceito S. Alunos que obterem o conceito I serão considerados NÃO APTOS. IMPORTANTE: Apenas poderão ser considerados APTOS alunos que apresentarem frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) ao longo do curso, além dos critérios apresentados anteriormente.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker4-srv2.appdocker4-inst203/08/2021 14:54