Projeto Político Pedagógico

VER PPC

Espera-se que ao concluir o curso, o aluno seja capaz de dominar conhecimentos básicos de
técnicas de encadernação artesanal, possibilitando sua atuação como autônomo, o aprimoramento da
confecção de produtos artesanais com características autorais e exclusivas.

- Aplicar conhecimentos práticos através de diferentes técnicas de encadernação artesanal em
capa dura e flexível;
- Aplicar conhecimentos práticos através das variações de costura manual para encadernação;
- Conhecer os diferentes materiais utilizados na encadernação artesanal e possíveis
substituições;
- Aprimorar a criatividade nas encadernações possibilitando a aplicação de padrões de
estamparia autorais.

As aulas terão uma abordagem teórico-prática, com exposição de exemplos e exercícios em
sequência, fazendo com que o aluno aplique e perceba os resultados na mesma fase em que adquiriu tal
conhecimento.

Sidiane Aline Geremia

Contatos: (49) 3325 4149

A avaliação prima pelo caráter diagnóstico e formativo, consistindo em um conjunto de ações que
permitam recolher dados, visando à análise da constituição das competências por parte do aluno, previstas
no plano de curso. Suas funções principais são:
• Obter evidências sobre o desenvolvimento do conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes
necessárias à constituição de competências, visando à tomada de decisões sobre o encaminhamento dos
processos de ensino e aprendizagem e/ou a progressão do aluno.
• Estabelecer previamente, por unidade curricular, critérios que permitam visualizar os avanços e as
dificuldades dos alunos na constituição das competências. Os critérios servirão de referência para o aluno
avaliar sua trajetória e para que o professor tenha indicativos que sustentem tomadas de decisões sobre o
encaminhamento dos processos de ensino e aprendizagem e a progressão dos alunos.
A proposta pedagógica do curso prevê atividades avaliativas que funcionem como instrumentos
colaboradores na verificação da aprendizagem, contemplando os seguintes aspectos: adoção de
procedimentos de avaliação contínua e cumulativa; prevalência dos aspectos qualitativos; inclusão de
atividades contextualizadas; manutenção de diálogo permanente com o aluno; consenso dos critérios de
avaliação a serem adotados e cumprimento do estabelecido.
Conforme Resolução no 41, de 20 de novembro de 2014, que aprova o Regulamento Didático
Pedagógico do IFSC, segue o disposto abaixo:
Art. 41. O resultado da avaliação final será registrado por valores inteiros de 0 (zero) a 10 (dez).
§ 1o O resultado mínimo para aprovação em um componente curricular é 6 (seis).
§ 2o Ao aluno que comparecer a menos de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária
estabelecida no PPC para o componente curricular será atribuído o resultado 0 (zero).
§ 3o O registro de cada componente curricular será realizado pelo professor no diário de classe na
forma de valores inteiros de 1 (um) a 10 (dez).
§ 4o A decisão do resultado final, pelo professor, dependerá da análise do conjunto de avaliações,
suas ponderações e as discussões do conselho de classe final.
§ 5o A avaliação será realizada, em cada componente curricular, considerando os objetivos ou
competências propostos no plano de ensino.
§6o. O professor tem liberdade de atribuir valores fracionados de 0 a 10 nas avaliações parciais.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker3-srv2.appdocker3-inst224/11/2020 11:54