Projeto Político Pedagógico

O egresso do curso FIC em Empreendedorismo Jovem na modalidade presencial deve demonstrar competências
e habilidades que o tornam apto a tomar decisões envolvendo gerenciamento de pequenos negócios,
compreender as diferentes formas de atuação frente à vida e ao mercado de trabalho, conhecer as
mudanças no mundo do trabalho atual e dos negócios, adotar atitudes empreendedoras e buscar soluções
empreendedoras para agir com autonomia e colaboração

O Aluno egresso poderá atuar de forma autônoma; ou exercer o intra-empreendedorismo, com liderança
mesmo estando inserido em outros ambientes de trabalho apresentando diferenciais competitivos que lhe
agreguem potencialidades de crescimento e desenvolvimento profissional.

O empreendedorismo Jovem na modalidade presencial deve demonstrar competências
e habilidades que o tornam apto a tomar decisões envolvendo gerenciamento de pequenos negócios,
compreender as diferentes formas de atuação frente à vida e ao mercado de trabalho. 

Dessa forma, ao concluir a sua qualificação profissional, o egresso do curso em Empreendedorismo Jovem
deverá demonstrar um perfil que lhe possibilite:
 Elaborar um planejamento para um pequeno negócio;
 Aplicar técnicas de negociação; e técnicas de marketing pessoal e empresarial;
 Identificar potencialidades de agregação de valor e renda nos pequenos empreendimentos;
 Conhecer as funções administrativas;
 Exercer a liderança em seus negócios ou locais de trabalho:
 Distinguir custos fixos e variáveis;
 Elaborar custo de produção;
 Construir um plano de negócios;
 Empregar corretamente técnicas de solução de conflitos interpessoais e formas variadas de
comunicação;

Tendo-se como foco principal a aprendizagem dos discentes, serão adotados tantos quantos instrumentos e
técnicas forem necessários.
Abaixo possíveis princípios pedagógicos a ser adotado no decorrer do curso:
• Envolver os alunos na avaliação de seu processo educativo visando uma tomada de consciência sobre o
que sabem e o que precisam e/ou desejam aprender.

Celso Bergmaier
Contatos: celso.bergmaier@ifsc.edu.br

Conforme - REGULAMENTO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO – RDP – 11/2014
Art. 11. § 1º Cada aluno deverá avaliar cada componente curricular, bem como aspectos gerais de seu
curso naquela etapa, ao final do período letivo, cujo resultado deverá orientar o planejamento do período
seguinte
Art. 41. O resultado da avaliação final será registrado por valores inteiros de 0 (zero) a 10 (dez).
§ 1º O resultado mínimo para aprovação em um componente curricular é 6 (seis).
§ 2º Ao aluno que comparecer a menos de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária estabelecida
no PPC para o componente curricular será atribuído o resultado 0 (zero).
§ 3º O registro de cada componente curricular será realizado pelo professor no diário de classe na forma de
valores inteiros de 1 (um) a 10 (dez).

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appserver3.srv3inst1 17/02/2020 02:15