Projeto Político Pedagógico

Pessoas que atuam no setor alimentício, qualificadas para a manipulação de alimentos aplicando as técnicas de boas práticas de fabricação, conforme as normas da vigilância sanitária (ANVISA), desenvolvendo características de atitudes empreendedoras e cidadãs aos participantes, visando oferecer alimentos de qualidade à sociedade, com maior rendimento e máxima economia.

Agricultura familiar, estabelecimento rural, casa rural e comércio de produtos alimentícios.

- Atuar com ética na produção de alimentos seguros e com qualidade.

- Compreender sobre gestão de microempreendimento;.

- Oferecer bom atendimento ao público consumidor.

- Trabalhar com respeito ao meio ambiente.

As aulas ocorrerão quinzenalmente e serão desenvolvidas através de seminários dialogados, troca de experiências e oficinas práticas para os componentes curriculares optativos referentes aos processos tecnológicos e conservação de alimentos. As oficinas ocorrerão no intuito de aplicar técnicas adequadas para a produção de alimentos com padrão de qualidade estabelecido e mantido durante toda sua vida de prateleira.

As atividades de ensino-aprendizagem desenvolvidas em sala de aula/laboratório de processamento de alimentos buscarão mobilizar conhecimentos prévios dos alunos, considerando que eles já atuam no setor de produção alimentícia.

Também importante será motivá-los para aquisição de novos conhecimentos sobre a produção de alimentos e gerência de seu empreendimento, para incentivá-los na continuação dos estudos, no aprimoramento de seus conhecimentos e aprofundar seu grau de entendimento e visão de seu negócio criticamente, abrindo possibilidades de melhorias contínuas.

O acompanhamento das atividades será realizado de forma constante, por intermédio de observação e diálogos com os estudantes, bem como de intervenções nos momentos que se fizerem necessário, com a finalidade de auxiliá-los a ampliar as possibilidades de entendimento/compreensão dos tópicos estudados, relacionado-os sempre às suas práticas no cotidiano.

Nome do responsável pelo projeto: Profa Eliane Maria Zandonai Michielin.

Contatos: e liane . michielin @ ifsc . edu .br, (49) 3441-7939.

A avaliação será contínua e cumulativa, acompanhando o desenvolvimento do aluno na constituição das competências e habilidades requeridas. Serão considerados os seguintes critérios: assiduidade, realização das tarefas, participação nas aulas (teóricas e práticas), trabalhos em equipe, colaboração e cooperação com colegas e professores.

No registro das avaliações, o professor atribuirá uma nota para o desempenho de cada aluno/a, de acordo com Regulamento Didático Pedagógico.

A avaliação final será realizada pelos professores responsáveis pelo curso, devendo o resultado ser expresso, individualmente, da seguinte forma:

O aluno será aprovado no curso se:

– sua frequência for igual ou superior a 75% nas aulas;

– obtiver nota de aprovação nas atividades didáticas.

O aluno será reprovado no curso se:

– sua frequência for inferior a 75% nas aulas;

– obtiver nota não satisfatória nas atividades didáticas, mesmo com frequência igual ou superior a 75%.

Baixar Arquivo
SIGAA | DTIC - Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - (48) 3877-9000 | © IFSC | appdocker3-srv2.appdocker3-inst217/09/2021 03:06